Como as palavras mais utilizadas durante o #OcupaBrasília nos ajudam a entender o cenário

Alguns dos principais termos utilizados durante as manifestações do dia 24/05, em Brasília, durante o #OcupaBrasília.

Termos.png

Observa-se uma predominância de termos que remetem ao vandalismo no agrupamento de direita [azul], Ali, termos como “vândalos”, “fogo”, “invadem”, “fumaça”, “#LulaNaCadeia“, “militares” e “caos” associam-se à “agricultura”, “ordem” e “imagens”. Observe, aqui, que Temer não é um dos termos mais presentes nesse agrupamento, que apenas utiliza-se das ações do presidente para posicionar-se contra as manifestações dos movimentos sindicais.

Azul

Já no agrupamento de esquerda/progressista [vermelho] termos como “povo” e “manifestantes” se contrapõe a generalização de vândalos proposta pelo agrupamento azul. As denúncias contra a violência policial são transmitidas por meio de termos como “reprimir”, “armas”, “policiais”, “atiram” e ataques ao “presidente” com termos como “golpe” e “corrupto”. Temer ainda é fortemente questionado pelo “decreto” que acionou o “exército”. Aqui, direita e esquerda se somam nas menções à “ruas”. Enquanto a esquerda mostra uma ligeira preferência pelo termo “exército”, a direita opta pelo termo “militares”.

vermelho

Outros termos como “dragão”, “estimação”, “derrubem” e também “imagens” foram utilizados por usuários que ironizaram os atos de vandalismo contra os ministérios e a frase de Michel “Temer” que, dias antes, utilizou a frase “Se quiserem, me derrubem”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s